music_note
  • ¡HAZ TU PROGRAMA!
  • ¿QUÉ HACEMOS POR TI?
  • CONTACTO

ACTUALIDAD

A hora muda no domingo: os dias vão ficar mais curtos e frios

todayoctubre 21, 2020 3

Fondo
share close

A mudança da hora, em Portugal continental e na Madeira, acontece na madrugada de domingo, 25 de Outubro, às 02.00 (passa para a 01.00). Nos Açores, a mudança é à 01.00, com os relógios a atrasar para a meia-noite. Mas não vale a pena ficar já aborrecido: apesar da descida das temperaturas e das chuvas torrenciais, deixadas pela passagem de tempestades como a depressão Bárbara, é uma boa altura para começar a fazer maratonas caseiras de cinema ou rever os melhores sítios para beber chocolate quente.

Aplicada em plena Primeira Guerra Mundial, para economizar energia e combustível, a ideia de adiantar o relógio uma hora no Verão para aproveitar a luz natural remonta a 1784. O denominado Daylight Saving Time foi sugerido pela primeira vez por Benjamin Franklin, numa carta publicada no The Journal of Paris, em que defendeu a rentabilização da hora solar com recurso a cálculos sobre a quantidade de velas que seriam poupadas se todos fossem mais madrugadores.

Anos mais tarde, em 1905, o construtor britânico William Willet voltou a sugerir o adiantamento dos relógios, mas foi na Alemanha – e não em Inglaterra – que o horário de Verão foi adoptado pela primeira vez, a 30 de Abril de 1916. Portugal começou a respeitar a mudança de hora nesse mesmo ano, embora tenha interrompido a prática inúmeras vezes.

Este ano, a hora legal muda, segundo o Observatório Astronómico de Lisboa, a 25 de Outubro, marcando a mudança para o regime de Inverno, com os relógios a atrasar uma hora. Em 2021, as mudanças de hora vão ocorrer nos dias 28 de Março e 31 de Outubro. Mas a mudança de hora poderá vir a realizar-se pela última vez nesse mesmo ano.

No final de Agosto de 2018, o então presidente da Comissão Europeia, Jean Claude Juncker, anunciou que a instituição iria propôr o fim da mudança de hora na União Europeia. Em Março de 2019, o Parlamento Europeu pronunciou-se, em Estrasburgo, a favor da proposta, mas vários ministros nacionais, incluindo o português António Costa, manifestaram interesse em manter o actual horário bi-anual, razão porque os eurodeputados optaram, em reunião, por atrasar as medidas, como é possível ler na decisão publicada online.

Segundo o parlamento, caberá a cada Estado-membro decidir se quer aplicar a hora de Verão ou a de Inverno, embora devam coordenar entre si a escolha das respectivas horas legais, para salvaguardar o bom funcionamento do mercado interno – a decisão deveria ter sido comunicada a Bruxelas até 1 de Abril de 2020. A proposta actual é, contudo, que a última mudança obrigatória para a hora de Verão decorra no último domingo de Março de 2021, com os Estados-membros que prefiram manter o horário de Inverno a acertar também os relógios no último domingo de Outubro. Após essa data, as mudanças de hora sazonais deixariam de ser possíveis.

+ Ó malhão, malhão: descubra os casacos de malha para a estação fria

+ Leia, já, grátis, a edição Time Out Portugal desta semana

Escrito por Comunicación Cultural

Rate it

Artículo anterior


Publicaciones similares

ACTUALIDAD

Lo mejor y lo peor de la semana: el fármaco contra el Alzheimer que ralentiza su avance por primera vez. China mantiene la represión contra la protesta social.

Como cada semana desde En Positivo queremos poner en valor las mejores noticias de la semana. Todas ellas noticias positivas de diversa índole pero que muestran que el mundo sigue avanzando aún en medio de las dificultades. Aquí las mejores noticias de esta semana: 1. Un fármaco experimental contra el […]

todaydiciembre 2, 2022 1


Portuguese PT Spanish ES
0%