music_note
  • ¡HAZ TU PROGRAMA!
  • ¿QUÉ HACEMOS POR TI?
  • EVENTOS LATINOS
  • CONTACTO

ACTUALIDAD

Museu Gulbenkian reabre ao público mas programação mantém-se online

todaymayo 11, 2020

Fondo
share close

Como ditam as normas de desconfinamento, o Museu da Fundação Calouste Gulbenkian volta a abrir portas a 18 de Maio. No entanto, a celebração do Dia Internacional dos Museus mantém-se online com exposições, performances, visitas e conversas. Arranca dois dias antes. 

O Edifício da Colecção do Fundador do Museu Gulbenkian reabre finalmente na segunda-feira, dia 18, para visitas do público que, além da permanente, pode ainda deitar o olho à exposição temporária “A Idade de Ouro do Mobiliário Francês”. Mas, para cumprir as regras de distanciamento social impostas pelas autoridades de saúde, haverá limitação no número de entradas. 

O Dia Internacional dos Museus, que é assinalado precisamente no dia da reabertura, sob o tema “Museus para a Igualdade: Diversidade e Inclusão”, terá no entanto uma festa a acontecer virtualmente, dividida por três dias, de 16 a 18 de Maio

Logo no sábado, 16, o programa arranca com uma exposição participativa virtual, intitulada “Curador por um Dia” (11.00), que é uma mostra resultante das obras escolhidas pelo público através de um desafio lançado nas redes sociais. Depois, às 11.30, vários colaboradores do museu dão o seu depoimento, via stories do Instagram, sobre obras das Colecções Gulbenkian na iniciativa “Uma obra para deixar o sol entrar”.  

No domingo, 17, o dia começa com um conto de tradição persa, às 11.00, para ser ouvido em família. O Leão e a Lebre será narrado por Rahman Haghighi e pela sua filha, em farsi e em português, a partir de um livro da colecção islâmica de Calouste Gulbenkian, e terá transmissão no Youtube e no Facebook. Às 11.30, repete-se a actividade Uma obra para deixar o sol entrar”. 

O dia da efeméride será mais preenchido com programação nocturna. Na segunda, 18, o arranque das celebrações acontecerá com a reabertura do museu, às 10.00, pouco antes da visita de boas-vindas às 11.00, guiada por Penelope Curtis, directora do Museu Gulbenkian, com transmissão em directo no Facebook e no Youtube. Às 11.30, os colaboradores do museu voltam à carga nas stories com “Uma obra para deixar o sol entrar”. 

Ao longo do dia haverá várias mesas redondas do ciclo de conversas Quantos museus há num museu?. A primeira será às 11.30 com o tema “Quantas vozes tem um museu?”, com a curadora Jessica Hallett a reunir-se com Diana Pereira, Farhad Kazemi e Shahd Wadi, todos eles envolvidos no projecto O Poder da Palavra, uma iniciativa que pensa os museus como espaços de múltiplas leituras, convocando a comunidade local para investigar obras do Médio Oriente. 

Depois de uma pausa para almoço, Penelope Curtis junta-se às 15.00 a Manuel Fontán del Junco (director da Fundación Juan March, em Espanha) e Katarina Pierre (directora do Bildmuseet da Umeå University, na Suécia) para responderem à questão “E agora que as portas reabrem?”. A conversa será moderada por Maria Vlachou (Acesso Cultura) e vão debater-se os desafios que os museus enfrentam nesta altura. 

O ciclo encerra às 18.00 com uma conversa com os artistas Ângela Ferreira, Hugo Canoilas e Mariana Silva e a curadora Rita Fabiana, que debatem “Tempos certos e tempos incertos: que museu para um tempo de incerteza?”. As conversas são transmitidas em directo no Facebook e no Youtube, e têm a possibilidade de participação do público através de comentários. A partir das 16.30, o Facebook da Fundação será palco de alguns momentos de música e performance (em diferido, claro) que aconteceram nas galerias.

Para fechar as celebrações, haverá às 21.30 uma visita fora de horas, com uma selecção de obras dos curadores João Carvalho Dias e Ana Vasconcelos, que também será transmitida no Facebook e no Youtube.

Os jardins Gulbenkian foram entretanto estão abertos, ainda que a Fundação apele a que se mantenha a distância social recomendada. Outro entrave à livre circulação está na ala que alberga a Colecção Moderna. Esta não poderá ser visitada para já, uma vez que foi antecipado o seu encerramento para as obras de remodelação que vão permitir abrir aceder por ali ao novo Jardim Gulbenkian.

+ Leia aqui gratuitamente a edição desta semana da Time In

+ Museu de Arte Antiga reabre com Julião Sarmento e restauro “ao vivo” dos Painéis de São Vicente

Escrito por Comunicación Cultural

Rate it

Artículo anterior

AMÉRICA LATINA

Avianca se declara en bancarrota por el coronavirus

La aerolínea colombiana Avianca Holdings se declaró en quiebra bajó el capítulo 11 de Estados Unidos, luego de que la pandemia de coronavirus le obligó a suspender el transporte de pasajeros desde mediados de marzo, lo que redujo sus ingresos consolidados en más de 80%, informó el domingo la compañía. Avianca, la segunda aerolínea más grande de América Latina, estimó pasivos de entre 1.000 millones y 10.000 millones de dólares […]

todaymayo 11, 2020 4


Publicaciones similares

ACTUALIDAD

Lo mejor y lo peor de la semana: EE.UU. aprueba la ley con la mayor inversión de su historia contra el cambio climático. Medios iraníes elogiaron el ataque contra Salman Rushdie

Las mejores noticias de esta semana: 1. EE.UU. aprueba la ley con la mayor inversión de su historia contra el cambio climático: US$369.000 millones. La normativa forma parte de un paquete más amplio por US$700.000 millones que también incluye medidas relativas a la atención sanitaria y a la mejora de […]

todayagosto 18, 2022


Portuguese PT Spanish ES
0%