music_note
  • ¡HAZ TU PROGRAMA!
  • ¿QUÉ HACEMOS POR TI?
  • CONTACTO

ACTUALIDAD

Novo confinamento geral: “A regra é ficar em casa”

todayenero 13, 2021 2

Fondo
share close

O novo confinamento geral começa às 00.00 desta sexta-feira, 15 de Janeiro, anunciou o primeiro-ministro António Costa, após Conselho de Ministros. “A mensagem fundamental das decisões que agora tomamos é regressar ao dever de recolhimento domiciliário, tal como o tivemos em Março e em Abril, quando travámos com sucesso a primeira vaga”, acrescentou. “Não procuremos distrair-nos e fixemo-nos na regra. E a regra é simples: cada um de nós deve ficar em casa.”

Ao dever de recolhimento domiciliário, acrescenta-se o já em vigor teletrabalho obrigatório, agora mesmo sem acordo entre partes e com coimas agravadas para incumprimento. “O teletrabalho é imposto, sem necessidade de acordo entre entidade patronal e trabalhadores”, alertou António Costa. “Para assegurar o cumprimento desta obrigação, consideramos como muito grave a coima decorrente da violação da obrigatoriedade do teletrabalho.”

À semelhança do primeiro confinamento, os eventos estão proibidos, à excepção dos de campanha eleitoral e celebrações religiosas, e o comércio e os serviços também vão voltar a encerrar, salvo os estabelecimentos autorizados, como mercearias, super e hipermercados e outros considerados essenciais, como farmácias. A “única, nova e relevante excepção” são as escolas: todos os estabelecimentos educativos vão continuar a funcionar, para “não voltar a sacrificar a actual geração de estudantes”.

As medidas vão vigorar durante um mês, tal como o estado de emergência, cuja renovação foi aprovada esta quarta-feira e se prolonga até 30 de Janeiro. O primeiro-ministro avisou, contudo, que “seria iludir os portugueses dizer que tenham esperança que em 15 dias possamos estar a aliviar estas medidas”.

+ Isto vai dar merda: este evento online quer falar sobre a pandemia

+ Leia já, grátis, a edição digital da revista Time Out Portugal desta semana

Escrito por Comunicación Cultural

Rate it

Artículo anterior

ACTUALIDAD

Santos Collective vai ter cabaz de produtos locais aos sábados para entrega ou take-away

A comunidade de Santos tem-se reunido em torno de um colectivo que há já alguns meses desenvolve um conjunto de iniciativas de apoio aos negócios locais – é o Santos Collective. Em mais uma iniciativa, e com o novo confinamento à vista, a organização decidiu levar os produtos locais do habitual Farmers Market até casa da clientela com um cabaz especial. Depois de um mercado de Natal com artesanato, comes […]

todayenero 13, 2021


Publicaciones similares


Portuguese PT Spanish ES
0%