music_note
  • ¡HAZ TU PROGRAMA!
  • ¿QUÉ HACEMOS POR TI?
  • CONTACTO

ACTUALIDAD

Palácio da Pena, em Sintra, foi o monumento mais visitado em Portugal

todaydiciembre 16, 2020 1

Fondo
share close

O Palácio da Pena, em Sintra, foi o monumento nacional mais visitado em 2019, revelou esta terça-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE), na publicação anual dedicada à cultura. Apesar de o INE não descriminar o número de entradas, seguem-se na lista o Museu de Arte Contemporânea de Serralves, no Porto, o Museu Colecção Berardo, em Lisboa, o Museu Tesouro da Sé do Porto e o Palácio Nacional de Sintra, num universo de 436 museus, monumentos e palácios contabilizados.

No total, no ano passado, registaram-se 19,8 milhões de visitantes a espaços culturais por todo o país, mais 1,5% em relação a 2018. Mas mais de metade desses visitantes eram estrangeiros (52,3%). Os cinco espaços culturais mais visitados do país receberam, por sua vez, 5,3 milhões de pessoas, 71,5% delas estrangeiras. Desse total, dois milhões foram oriundos de visitas de grupos escolares. Olhando para os números por regiões, 47,7% das entradas totais tiveram lugar em museus situados na Área Metropolitana de Lisboa e 30,4% na região Norte.

Importa ainda referir que nenhum destes cinco equipamentos culturais está sob a alçada da Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC), que no mesmo ano registou 4,6 milhões de entradas nos monumentos que tutela. Nessa lista, o Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, aparece como o espaço cultural mais visitado, com 1.096.283 visitas, segue-se a Torre de Belém também na capital, com 427.235 entradas e o Mosteiro da Batalha, com 416.793 visitantes.

+ Leia a Time Out Portugal desta semana

+ Conheça os monumentos de Lisboa e do Porto sem sair de casa

Escrito por Comunicación Cultural

Rate it

Artículo anterior

ACTUALIDAD

Twitter vai encerrar a aplicação Periscope em 2021

"A verdade é que a aplicação Periscope encontra-se num estado de manutenção insustentável e já há bastante tempo. Nos últimos anos, temos visto uma queda no número de utilizadores e sabemos que o custo de manutenção vai aumentar à medida que o tempo passa", justifica em comunicado a Twitter, que adquiriu esta aplicação em 2015. As características do Periscope, que teve os seus tempos mais gloriosos no início da década […]

todaydiciembre 16, 2020 1


Publicaciones similares


Portuguese PT Spanish ES
0%