music_note
  • ¡HAZ TU PROGRAMA!
  • ¿QUÉ HACEMOS POR TI?
  • CONTACTO

ACTUALIDADE EM PORTUGAL

Carris Metropolitana chega à margem norte em Janeiro

todaynoviembre 18, 2022 1

Fondo
share close

Carris Metropolitana chega à margem norte em Janeiro

Os autocarros da Carris Metropolitana vão começar a assegurar o transporte de passageiros dentro dos concelhos da Amadora, Oeiras, Sintra, Loures, Mafra, Odivelas e Vila Franca de Xira já a partir de Janeiro de 2023. O anúncio foi feito pela Transportes Metropolitanos de Lisboa (TML), empresa pública na alçada da Área Metropolitana de Lisboa, que gere os transportes públicos rodoviários nos seus 18 municípios.

“Os operadores de transporte Viação Alvorada e Rodoviária de Lisboa, responsáveis pela futura prestação do serviço de transporte na margem norte, assumiram estar em condições de iniciar a operação rodoviária com a marca Carris Metropolitana no início de Janeiro de 2023”, lê-se na nota da TML, que confirma também haver o número de viaturas e motoristas necessários para a oferta prevista, o que pressupõe desde logo um aumento significativo de linhas e horários.

A partir desta sexta-feira, 18 de Novembro, está também prevista a divulgação de materiais informativos, tanto na página oficial da Carris Metropolitana, como no terreno, para os passageiros começarem a familiarizar-se desde já com as “novas tipologias de linhas, tarifários, horários e percursos”.

No Barreiro, o transporte continuará a ser feito pelo operador interno Transportes Colectivos do Barreiro, tal como a Mobi Cascais continua a operar em Cascais e a Carris em Lisboa. Mas, para quem se desloca de um concelho para outro, o transporte intermunicipal será sempre feito pela Carris Metropolitana, que também já é responsável desde 1 de Junho pelo transportes de passageiros na margem sul, dentro dos municípios de Almada, Seixal, Sesimbra, Alcochete, Moita, Montijo, Palmela e Setúbal.

+ Bicicletas Gira vão ser gratuitas para quem tem passe Navegante em 2023

+ Leia grátis a edição digital da Time Out Portugal deste mês

Escrito por Comunicación Cultural

Rate it

Artículo anterior

ACTUALIDAD

Igualdad baja el tono y evita ahora acusar a los jueces de machismo pero insiste en que ha habido “errores judiciales” y no retocará la ley

El Ministerio de Igualdad atenúa sus críticas contra el supuesto machismo de los jueces que están rebajando penas a condenados por delitos sexuales, pero insiste en que estas decisiones son "errores" que no están amparados por la nueva ley del 'solo sí es sí'. Así lo defendieron este viernes la secretaria de Estado de Igualdad, Ángela Rodríguez, y la delegada del Gobierno contra la Violencia de Género, Victoria Rosell, quien señaló que "ha habido lo que nosotros consideramos errores judiciales […]

todaynoviembre 18, 2022 1


Publicaciones similares


Portuguese PT Spanish ES
0%