ACTUALIDADE EM PORTUGAL

Esta bela região italiana paga 30 mil euros a quem se mudar para lá

todayjulio 7, 2024 2

Fondo
share close

Esta bela região italiana paga 30 mil euros a quem se mudar para lá

É cada vez mais fácil conseguir aquela casinha encantadora nas colinas italianas. Na semana passada, noticiámos que a aldeia de Sambuca di Sicilia é o mais recente destino a leiloar casas por apenas 3€, mas agora há uma opção muito acessível na Itália continental. Especificamente, na Toscana! Isso mesmo – esta cobiçada região, caracterizada por vinhedos cénicos e cidades medievais no norte da Itália, acaba de anunciar um novo programa que pode pagar até 30 mil euros para quem se mudar para lá.

Tipicamente, as propriedades na Toscana são caras. Então, o que leva as autoridades regionais a tomar esta decisão? Acontece que existem muitas vilas no topo das colinas e uma população em declínio, já que os jovens se mudaram para as cidades em busca de emprego. Além da crise populacional, muitas comunidades simplesmente não sabem como lidar com o grande número de casas abandonadas.

Alguns destinos italianos conseguiram leiloar casas por apenas alguns euros, mas a Toscana está a fazer as coisas de maneira um pouco diferente. As autoridades criaram um programa chamado Residenzialità in Montagna 2024 (Residência nas Montanhas 2024), que permite receber entre 10 mil e 30 mil euros se comprar uma casa. Parece um sonho, não é?

“[As montanhas da Toscana] são territórios de beleza única com vilas a serem redescobertas que, no entanto, sofrem com a despovoação”, disse Stefania Saccardi, vice-presidente regional da Toscana, à Euronews. “Decidir viver num desses municípios é, portanto, um desafio e uma oportunidade, especialmente para os jovens, e a oportunidade de uma nova opção de vida.”

Então, qual é o truque? Em primeiro lugar, o dinheiro que receber não pode exceder 50% do custo da casa e da sua renovação. Onde se compra também é muito importante – deve ser considerada uma cidade montanhosa e ter no máximo 5000 habitantes. Mas há muitas opções para escolher na Toscana.

Os candidatos também devem ser cidadãos da União Europeia, ou em alternativa terem autorização de residência com duração mínima de dez anos e estarem registados como residentes numa cidade italiana que não seja uma comunidade montanhosa.

As inscrições devem ser feitas no site da Região da Toscana até 27 de Julho.

Siga o canal da Time Out Lisboa no Whatsapp

+ Cão obriga metro de Barcelona a parar durante mais de duas horas

Escrito por

Rate it

0%