music_note
  • ¡HAZ TU PROGRAMA!
  • ¿QUÉ HACEMOS POR TI?
  • CONTACTO

ACTUALIDADE EM PORTUGAL

Fausto volta a navegar ‘Por Este Rio Acima’ este fim-de-semana

todaynoviembre 17, 2022 1

Fondo
share close

Fausto volta a navegar ‘Por Este Rio Acima’ este fim-de-semana

Fausto já tinha uma dúzia de anos de carreira discográfica e cinco discos em seu nome, incluindo um par de clássicos (P’ro Que Der E Vier, de 1974, e Madrugada dos Trapeiros, de 1977), quando Por Este Rio Acima lhe garantiu a imortalidade, em 1982. Quarenta anos mais tarde, é considerado por muitos o melhor disco alguma vez gravado em Portugal, ou pelo menos uma das obras fundamentais da música popular portuguesa. E nos dias 19 e 20 de Novembro vamos ouvi-lo, do princípio ao fim, numa Aula Magna duplamente esgotada.

Editado pelo selo Triângulo da Sassetti, produzido por Eduardo Paes Mamede, escrito, composto e cantado por Fausto, acompanhado por músicos como Júlio Pereira, Pedro Caldeira Cabral ou Rui Júnior, Por Este Rio Acima é um objecto precioso. Ao longo de 16 canções que, inspiradas pela Peregrinação de Fernão Mendes Pinto, acompanham as viagens marítimas de um povo, ouvimos os ritmos e as músicas tradicionais portuguesas a cruzarem-se e a transformarem-se em algo de novo e progresssivo. Sentimos o passado, o presente e o futuro de um país a tocarem-se e a informarem-se mutuamente. Apesar do anterior Histórias De Viageiros, lançado em 1979 pela Orfeu, já dar sinais do que vinha aí, poucos esperavam um disco assim. Eterno.

Passados 40 anos, continuamos a ouvi-lo com a mesma curiosidade e satisfação, e a escutar os seus ecos e reverberações. Na própria música de Fausto, que acabaria por escrever uma trilogia conceptual sobre as viagens e a diáspora portuguesa, onde se incluem ainda Crónicas da Terra Ardente (1994) e Em Busca das Montanhas Azuis (2011). Mas também, e sobretudo, no trabalho de alguns dos mais determinantes cantores e compositores portugueses dos últimos anos, de B Fachada a Pedro Mafama, passando por Filipe Sambado. Ou os próprios Lavoisier, que vão tocar na primeira parte destes concertos. 

É difícil imaginar o que seria a música portuguesa hoje sem Fausto Bordalo Dias e sem Por Este Rio Acima (como é difícil imaginá-la sem as influências de Amália Rodrigues e de José Afonso, de José Mário Branco ou de Sérgio Godinho), mas seria uma coisa diferente. E pior.

Aula Magna. Sáb 19-Dom 20. 21.30. 25€-40€ (lotação esgotada).

+ O Musicbox faz quatro vezes quatro anos e a festa dura quatro dias

+ Sétima Legião reúne-se e comemora 40 anos de carreira em Dezembro

Escrito por Comunicación Cultural

Rate it

Artículo anterior

ACTUALIDAD

Defender la sanidad pública. JORGE DOBNER

La tendencia de los indicadores básicos de salud, como la mortalidad general e infantil o la esperanza de vida, ha venido mejorando enormemente desde hace más de un siglo. Esto es posible debido a múltiples factores en la mejora de las condiciones de vida (saneamiento, higiene, educación…) y de trabajo (reducción de las jornadas de […] La entrada Defender la sanidad pública. JORGE DOBNER se publicó primero en .

todaynoviembre 17, 2022 1


Publicaciones similares


Portuguese PT Spanish ES
0%