ACTUALIDADE EM PORTUGAL

Nos Palácios de Sintra, as noites de Verão fazem-se de recitais de piano

todayjunio 17, 2024 2

Fondo
share close

Nos Palácios de Sintra, as noites de Verão fazem-se de recitais de piano

João Xavier, Marta Menezes, Luísa Tender, Pedro Burmester, António Rosado e Artur Pizarro. São estes os “grandes pianistas portugueses” que a Parques de Sintra convida a dar-nos música no novo ciclo de Piano dos Palácios de Sintra. O programa, que conta com a direcção artística do musicólogo Bruno Caseirão, decorre nos dois primeiros fins-de-semana de Julho, sextas, sábados e domingos, sempre às 19.00, ora na Sala dos Cisnes do Palácio Nacional de Sintra, ora na Sala do Trono do Palácio Nacional de Queluz.

Além de se prestar homenagem ao pianista, compositor, maestro e musicógrafo Viana da Mota, cuja vida e obra esteve intimamente ligada a Sintra e à família real portuguesa, a ideia é, lê-se em nota da Parques de Sintra, colocar grandes pianistas portugueses, como Marta Menezes, em diálogo com uma nova geração que começa agora a afirmar-se, como João Xavier, por exemplo.

O arranque está marcado para 5 de Julho, no Palácio Nacional de Sintra, com um recital de João Xavier. Pianista da nova geração, com vários prémios e inúmeros recitais a solo e concertos com orquestra, irá tocar obras de Robert Schumann e Frédéric Chopin, compositores emblemáticos do primeiro romantismo.

Já no sábado, 6 de Junho, o palco da Sala dos Cisnes será de Marta Menezes, que se tem dedicado à divulgação do repertório português para piano, tanto em Portugal como no estrangeiro. O programa estará centrado em compositores ibéricos como Antonio Soler, Carlos Seixas, Viana da Mota, Enrique Granados ou Frederico Mompou, e a raramente ouvida “Sonata” de Artur Santos também faz parte do alinhamento do recital.

O primeiro fim-de-semana encerra no domingo, dia 7, com um recital do consagrado pianista Pedro Burmester, na Sala do Trono do Palácio Nacional de Queluz. “Aluno de Helena Sá e Costa e de Sequeira Costa, Burmester une na sua formação os dois grandes discípulos de Viana da Mota e da escola de ensino do piano por ele iniciada”, lê-se em comunicado. ”Nesta noite, revisita as ‘Variações Goldberg’ de Bach, obra incontornável da literatura para instrumento de tecla, de grande dificuldade técnico-musical, e um verdadeiro desafio apenas ao alcance de grandes músicos.”

Segue-se, a abrir o segundo fim-de-semana, também na Sala do Trono, um recital de António Rosado a 12 de Julho. Pianista de grande talento, reconhecido nacional e internacionalmente, tocará desde “Suite Bergamasque” de Claude Debussy, até à monumental “Segunda Sonata Op.36” de Sergei Rachmaninoff, passando por obras de Viana da Mota e de Franz Liszt.

No dia 13 de Julho, as sonoridades do piano voltam à Sala dos Cisnes do Palácio Nacional de Sintra, desta vez pela mão da portuense Luísa Tender. Formada no Porto, em Los Angeles, Londres e Paris, promete a execução integral das quatro baladas de Chopin, antecedidas de uma sonata de Wolfgang Amadeus Mozart e do “Concerto Italiano” de Johann Sebastian Bach.

Para encerrar o Ciclo de Piano, a 14 de Julho, o Palácio Nacional de Queluz recebe Artur Pizarro, aluno de Sequeira Costa, que, por sua vez, estudou com Viana da Mota. À Sala do Trono, leva um programa em torno do “ambiente verdadeiramente latino de uma noite de Verão”, que conjuga a Argentina de Carlos Guastavino e Alberto Ginastera, a Itália de Gian Francesco Malipiero e Mario Castenuovo-Tedesco, e a França de Gabriel Fauré.

Os bilhetes, à venda online no site da Parques de Sintra, custam 14€ para jovens dos 6 aos 17 anos e 18€ para adultos, a partir dos 18, enquanto os preços dos recitais no Palácio Nacional de Queluz variam entre os 18€ para jovens e os 22€ para adultos. Há ainda um bilhete de acesso aos seis recitais pelo valor de 90€.

Siga o canal da Time Out Lisboa no Whatsapp

+ Música, cinema e literatura. Jardim de Verão regressa no próximo sábado

Escrito por

Rate it

0%