music_note
  • ¡HAZ TU PROGRAMA!
  • ¿QUÉ HACEMOS POR TI?
  • EVENTOS LATINOS
  • CONTACTO

ACTUALIDADE EM PORTUGAL

O Pátio das Antigas: A “casa da luz” ficava na Baixa

todayjulio 3, 2022 1

Fondo
share close

O Pátio das Antigas: A “casa da luz” ficava na Baixa

A primeira experiência eléctrica feita em Portugal deu-se a 28 de Setembro de 1878. Em comemoração dos 15 anos do príncipe D. Carlos, foram ligados vários candeeiros na esplanada da Cidadela de Cascais. No final do século XIX e no início do século XX apareceram as primeiras empresas de produção e distribuição de energia eléctrica. Em Lisboa, e após a construção de várias pequenas centrais, foi feita a Central Tejo, propriedade das CRGE – Companhias Reunidas de Gás e Electricidade. Começou a funcionar em 1909 e ficou activa até 1921. Em 1914, perto destas instalações, começaram a ser construídos novos edifícios do complexo, só inaugurados em 1921 devido à I Guerra Mundial.

À medida que a capital e os seus arredores eram electrificados, começaram a aparecer as lojas especializadas em artigos eléctricos. Uma das primeiras e mais populares entre os lisboetas foi a Electrigia, aberta em 1919 na Baixa, na Rua de Santa Justa. Também conhecida como “a casa da luz” pelos alfacinhas, a Electrigia vendia de tudo relacionado com electricidade, de candeeiros e lâmpadas a aquecedores e rádios. Havia pessoas que vinham pasmar para os candeeiros acesos em exposição. Teve uma filial no Monte Estoril, inaugurada em 1931. Fechou em 2009, não chegando a comemorar o seu centenário.

Coisas e loisas de outras eras:

+ Faziam-se perfumes no Campo Grande

+ Cinema de autor, Blade Runner e pornografia

+ O café “irmão” do Cinema Monumental

Escrito por Comunicación Cultural

Rate it

Artículo anterior


Portuguese PT Spanish ES
0%